Início Cariri Vendedores ambulantes reclamam estar sendo impedidos de trabalhar na romaria; fiscal é agredida por vendedor de pipocas

Vendedores ambulantes reclamam estar sendo impedidos de trabalhar na romaria; fiscal é agredida por vendedor de pipocas

4 Lido
0
0
213
#


https://caririnoticias.com.br/saiba-como-anunciar
https://www.instagram.com/msjoiasfolheada/
https://caririnoticias.com.br/wp-content/uploads/2022/06/uvaeverdedecoracoescaririceara.png

Vendedores ambulantes que trabalham na Praça Padre Cícero e na Igreja da Matriz, em Juazeiro do Norte, reclamam estarem sendo impedidos de comercializar suas mercadorias mesmo pagando a taxa mensal cobrada pela prefeitura. Segundo eles, para ocupar o espaço que já pagam, a Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos (Semasp) estaria cobrando uma taxa referente a romaria da padroeira da cidade.

“A gente já paga setenta reais por mês pra poder ficar aqui na praça e, agora, eles ainda querem cobrar uma taxa pra permanecer por causa da romaria. Isso deve ser pra comprar os relógios do filho do prefeito”, reclama o vendedor de pipocar José Flávio.

Além disso, os camelôs também relataram a agressividade dos fiscais.

“Eles deveriam ter mais bom senso, não sei como esse povo consegue dormir em casa depois de perseguir quem quer trabalhar”, acrescentou.

A vendedora de chapéus, Maria Lindalva, que trabalha há 15 anos no entorno da Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores informou se caso não tivesse pago a taxa da romaria mesmo pagando o alvará mensalmente, perderia a licença da Semasp para poder continuar no local.

“O fiscal disse se eu não tivesse pago e seguisse essas regras, eu teria a minha licença pra poder ficar aqui. Isso é um absurdo”, ressaltou.

Restrições

De acordo com diretor de fiscalização da Prefeitura Municipal, Paulo Menezes, as restrições tem como objetivo organizar o espaço onde tem grande aglomeração de romeiros, fazendo valer o artigo 55 do município, que trata de organização nas romarias. Ainda segundo Paulo Menezes, ao todo, 30 fiscais divididos em esquipes fiscalizam onde há romeiros nos três turnos.

Fiscal agredida

Na manhã desta sexta-feira, um vendedor de pipocas terminou sendo conduzido à delegacia após agredir um fiscal da Semasp. Segundo testemunhas, os fiscais realizavam a vistoria e teriam constatado que o vendedor estava obstruindo a calçada, impedindo a passagem dos pedestres.

A fiscal relatou que o ambulante teria sido informado que teria sua permissão para vender cassada por desobediência. Após notificar o vendedor de pipocas, ele revidou ameaçando-a com uma faca. O homem só não a golpeou porque a Guarda Civil Municipal conseguiu contê-lo.

A prefeitura de Juazeiro do Norte não se manifestou sobre o assunto.

Comentários de Facebook
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Junior Moral
Carregar mais em Cariri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

nove − sete =

Verifique também

Prefeito apresenta projeto de lei com novo piso salarial dos Agentes de Saúde e de Endemias

Nesta segunda-feira, 4, o prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra, acompanhado do s…