#


https://caririnoticias.com.br/saiba-como-anunciar
https://www.instagram.com/msjoiasfolheada/
https://caririnoticias.com.br/wp-content/uploads/2022/06/uvaeverdedecoracoescaririceara.png

Em meio a crise provocada pelo novo coronavírus, pacientes que utilizam medicamentos de uso controlado estão com seus tratamentos comprometidos, devido a falta de medicação. Quem vai até a Secretaria da Saúde de Juazeiro do Norte em busca de Olanzapina, medicamento utilizado por pacientes com esquizofrenia, está voltando para casa de mãos vazias. A Secretaria da Saúde afirma que o medicamento não foi repassado para o município desde julho. 

Assuero Anízio Souza tem esquizofrenia e precisa utilizar o medicamento para evitar crises. “O paciente esquizofrênico tem alucinações, pode surtar a qualquer momento e sem tomar o medicamento é impossível ter uma vida normal. A medicação é cara, a gente não tem condições de ficar comprando caixas e mais caixas na farmácia. Desde julho que a gente vem na secretaria e volta sem o medicamento. É uma falta de respeito e sensibilidade com os pacientes”, desabafa Assuero Anízio Souza. 

Gilcanice Pereira da Silva tem esquizofrenia, transtorno bipolar e depressão. Ela conta que precisa escolher entre comprar o alimento ou o medicamento. “É vivo chorando pelos cantos, não sei o que fazer: se deixo de comer para comprar o remédio ou se me alimento e arrisco ter uma crise. Eu queria que o município ou o Governo do Estado resolvesse a nossa situação. Estamos sofrendo muito”, comenta Gilcanice Pereira da Silva.

(Fonte: Jornal do Cariri)

Comentários de Facebook
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Junior Moral
Carregar mais em Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 + 17 =

Verifique também

Polícia Civil prende Pai e filho suspeitos de homicídio em Brejo Santo

Policiais Civis da 21ª Delegacia Regional de Brejo Santo-CE, nesta quarta-feira (06), dera…