#


https://caririnoticias.com.br/saiba-como-anunciar
https://www.instagram.com/msjoiasfolheada/
https://caririnoticias.com.br/wp-content/uploads/2022/06/uvaeverdedecoracoescaririceara.png

Juazeiro do Norte, na região do Cariri, chegou neste fim de semana à marca de 4.056 casos confirmados da Covid-19, conforme dados da Secretaria Municipal da Saúde. Apenas outras três cidades cearenses já atingiram esse preocupante marca: Fortaleza (37.023), Sobral (7.431) e Maracanaú (4.110).

O Ceará registra 122.421 casos de coronavírus, conforme a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), e 6.462 mortes. Das 19 cidades da região metropolitana, Fortaleza é a que concentra maior número de casos, com 37.023. A capital é seguida de Maracanaú (4.110), Caucaia (3.949) e São Gonçalo do Amarante (1.686).

Entre os 4.056 pacientes confirmados em Juazeiro, há 49 hospitalizados, 2.150 em isolamento domiciliar e 1.749 que já se recuperaram. Com 108 óbitos, Juazeiro do Norte está atrás apenas de Fortaleza (3.378), Caucaia (286), Sobral (247) e Maracanaú (216).

No domingo (5), foram confirmados mais quatro óbitos por Covid-19 no município. As mortes ocorreram entre os dias 4 e 5 de julho. As vítimas são quatro homens; um de 40 anos, sem comorbidade; um de 72 anos, sem comorbidade; um de 98 anos, com doença cardiovascular crônica; e um de 66 anos, sem comorbidade.

Maior município do interior do Estado, até esta segunda-feira (6), 14.930 pessoas já foram testadas em Juazeiro do Norte, representando 5,6% de sua população que é composta por 270 mil habitantes. Destes, são de 10.854 casos descartados.

Casos de coronavírus no Ceará:

Com este salto, o município promete intensificar as ações de fiscalização durante esta semana. “Vamos concentrar no Centro comercial da cidade, no Mercado do Pirajá e alguns serviços de delivery, que já foram alvos de denúncias por não respeitarem as normas dos decretos”, explica o coordenador da Vigilância Sanitária de Juazeiro do Norte, David Marrom.

A fiscalização também acontece no período noturno, onde estão sendo flagrados a abertura de bares. “Este trabalho é feito com apoio da Polícia Militar”, ressalta Marrom. O coordenador da Vigilância Sanitária ressalta a importância de a população manter o isolamento social e sair apenas em casso de necessidade. “Em caso de ida aos bancos, se manter afastado e pedir para que os demais respeitem a distância. Só vamos frear esse aumento se os moradores tiverem consciência”, ressaltou.

Ampliação

Entregue na última sexta-feira, o Hospital de Campanha de Juazeiro do Norte recebeu ontem os primeiros cinco pacientes com perfil de baixa e média complexidade, que foram transferidos do Hospital Regional do Cariri. Com 80 leitos e capacidade de ampliação para 120, a nova unidade está funcionamento no Ginásio Poliesportivo.

Os internamentos são regulados por outras unidades, como a UPA do Limoeiro, a Unidade Sentinela, as unidades básicas de saúde e o Hospital Regional do Cariri (HRC). Os leitos são destinados para moradores de Juazeiro do Norte, que já contam com outras 32 vagas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Lagoa Seca.

Transporte

Assim como Sobral, Tianguá, Barbalha, Brejo Santo, Crato e Iguatu, o município de Juazeiro do Norte permanece por mais uma semana em isolamento social mais rígido, a partir do decreto estadual, publicado no último sábado.

Porém, ontem, um novo decreto municipal para complementar a decisão estadual entrou em vigor a partir desta segunda-feira. Nele, a única mudança se refere ao retorno das atividades de circulação do transporte intermunicipal, previsto para acontecer na próxima sexta-feira (10).

A partir das recomendações do Estado, o serviço deve voltar a operar de forma gradual com 30% da frota, obedecendo ao protocolo de medidas sanitárias. Porém, o Município exige, entre outras medidas, a viabilização da medição da temperatura dos passageiros antes do embarque, proibindo a viagem de quem estiver com temperatura igual ou superior 37,8°C.

Além disso, exige o uso obrigatório de máscaras de proteção pelos passageiros e demais tripulantes; a limpeza e desinfecção obrigatórias dos veículos antes e ao término de cada viagem, priorizar a venda de passagens pela internet ou meios digitais e impedir o transporte de passageiros em pé no veículo, durante todo o trajeto.

O serviço também deverá instalar medidas para o cumprimento do distanciamento mínimo nos terminais de embarque e desembarque, como a demarcação da distância de dois metros nesses locais e ainda disponibilizar álcool gel 70% aos passageiros, junto a informações sanitárias sobre higienização e cuidados para a prevenção da Covid.

Por G1CE

Comentários de Facebook
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Junior Moral
Carregar mais em Cariri

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × cinco =

Verifique também

Centro de Vacinação do Crato está em novo endereço

O Centro de Vacinação do Crato está em novo endereço, em virtude da importante parceria in…