https://www.instagram.com/msjoiasfolheada/

Anticoncepcional pode ter seu efeito cortado?


Alguns medicamentos podem diminuir ou cortar o efeito anticoncepcional das pílulas hormonais. Os que se destacam são: – anticonvulsivantes (para prevenção e tratamento de crises convulsivas e epiléticas, neuralgias, transtornos de humor) – barbitúricos (antiepiléticos e sedativos, por exemplo) – antibióticos (como a rifampicina, azitromicina, metronidazol, clindamicina) – antidepressivos

Isso ocorre porque tais medicamentos podem alterar a permeabilidade das paredes intestinais – onde os anticoncepcionais são absorvidos. No caso específico da rifampicina, ela aumenta a velocidade de metabolização do anticoncepcional, reduzindo a quantidade de hormônios na corrente sanguínea.

Caso estes medicamentos precisem ser usados por um período prolongado, o ideal é optar por outro método anticoncepcional, como o DIU.

Dica da nossa parceira Dra. Lorena de Andrade – Ginecologista e Obstetra

Atende no Office Cariri – Sala 505
Rua Professora Maria Nilde Couto, 220
📲 Contato:  (88) 2141-9101 – 99965-0035

Instagram: @dra.lorenadeandrade

Foto: Dra Lorena de Andrade
Comentários de Facebook
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Junior Moral
Carregar mais em Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

VÍDEO MOSTRA OBJETOS SE MOVENDO SOZINHOS EM UTI DE HOSPITAL EM IGUATU

Um vídeo gravado no interior da uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regi…